Araçatuba chega a 53 mortes por covid-19 e atinge média de 5 óbitos a cada 2 dias em julho

A Secretaria Municipal de Saúde comunicou nesta quarta-feira (15), mais duas mortes de pacientes de Araçatuba (SP) que contraíram covid-19, elevando para 53 a quantidade de óbitos registrados na cidade desde o início da pandemia.

De acordo com o boletim epidemiológico diário divulgado pela Vigilância Epidemiológica, somente nos primeiros 15 dias de julho, o município contabilizou 38 mortes, média de 2,5 por dia ou cinco pessoas mortas com covid-19 a cada dois dias.

Como comparativo, nos primeiros 15 dias de junho, foram confirmadas quatro mortes de pessoas infectadas pelo coronavírus na cidade, ou seja, quase uma a cada quatro dias.

Cresceu

A partir daí, os óbitos começaram a ocorrer com mais frequência, somando 15 notificações à Vigilância Epidemiológica no período de 16 a 30 de junho, média de uma por dia.

Os dados apontam que as mortes continuam em uma curva crescente, pois o maior número individual de comunicações de óbitos foi feito nesta terça-feira (14), com seis notificações. Desse total, três são considerados como casos suspeitos.

Mortes

As últimas mortes confirmadas pela Secretaria de Saúde são a de um homem de 64 anos, comunicada nesta quarta-feira à Vigilância Epidemiológica.

A outra é de uma mulher de 87 anos, que morreu no dia 9, quando procurou atendimento médico no pronto-socorro municipal. O caso era considerado suspeito e foi confirmado por meio de exame.

Outra morte que era investigada, a de um homem de 70 anos que foi constatada na segunda-feira, foi descartada pela Vigilância Epidemiológica.

Ainda há nove óbitos de pacientes de Araçatuba aguardando resultados de exames.

Casos

Araçatuba chegou nesta quarta-feira, a 1.808 casos positivos de covid-19, 159 a mais do que na terça-feira.

Nas últimas 24 horas, a Vigilância Epidemiológica recebeu 371 notificações de casos suspeitos da doença e foram divulgados os resultados de 201 exames que deram negativo.

Até as 16h, havia 434 pacientes com sintomas que tiveram material coletado e aguardavam resultados de exames.

Tratamento

Outras 1.143 pessoas que estavam com sintomas ou que tiveram contato com casos sintomáticos estavam em tratamento domiciliar, sendo monitoradas pela Vigilância Epidemiológica.

Com relação aos internados, caiu de 69 para 60 de terça para esta quarta-feira. Dos que estão hospitalizados, 20 estão na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), sendo que dez deles são mantidos intubados e em ventilação mecânica.

 

Fonte: Hojemais