Prefeitura informa mais uma morte suspeita de covid-19 em Araçatuba neste sábado

A Secretaria Municipal de Saúde de Araçatuba (SP) comunicou no final da tarde deste sábado (30), a morte de um homem de 52 anos, que foi atendido no pronto-socorro municipal com sintomas de covid-19.

De acordo com o boletim epidemiológico, foi coletado material do paciente para exame e enviado ao Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo.

Essa é a terceira morte de paciente com suspeita de coronavírus em Araçatuba comunicada neste sábado. Pela manhã, a Santa Casa informou a morte de duas mulheres que estavam internadas na UTI-Covid (Unidade de Terapia Intensiva) que é exclusiva para esse tipo de paciente.

Uma delas tinha 43 anos e estava internada desde quarta-feira (27) e a outra tinha 90 anos, várias comorbidades, e foi internada na quinta-feira (28).

A primeira morreu na sexta-feira e a segunda neste sábado. As duas pacientes tiveram material coletado para exame e os resultados são aguardados.

Casos

Até as 16h deste sábado Araçatuba tinha 151 casos positivos de covid-19, três a mais que na sexta-feira. Ao todo, são 654 casos suspeitos notificados à Vigilância Epidemiológica Municipal, dos quais, 586 tiveram material coletado para exame.

Além dos 151 casos positivos, 380 deram negativo e outros 55 aguardam resultado de exame.

Há 13 pacientes de Araçatuba internados com sintomas da doença, dos quais, seis estão na UTI. Outros 94 estão em tratamento domiciliar, monitorados pela Vigilância Epidemiológica.

Mortes

Seis pessoas de Araçatuba que contraíram covid-19 morreram até este sábado e há quatro óbitos em investigação. Um quinto caso suspeito foi descartado neste sábado.

O paciente é um homem de 52 anos, que morreu na casa dele na segunda-feira (25) e teve o diagnóstico negativo para coronavírus.

Unimed

No Hospital Unimed, foram registras duas internações de pacientes com suspeita de coronavírus entre as 16h de sexta e as 16h deste sábado.

Os dois pacientes com diagnóstico positivo para a doença continuam internados, um deles no isolamento e o outro na UTI.

Os outro quatro pacientes são considerados casos suspeitos, estando um deles na UTI e três no Isolamento.

 

Fonte: Hojemais