Isolamento social volta a cair em Araçatuba e chega aos 40%

Apesar do alerta do governador João Doria (PSDB) de que não irá liberar a flexibilização da quarentena para os municípios com baixo índice de isolamento social, Araçatuba voltou a apresentar, nesta segunda-feira (4), um dos piores percentuais do Estado de São Paulo, com apenas 40% das pessoas em casa. O índice é semelhante ao de Presidente Prudente e só é maior que o de Catanduva, com 39% de isolamento, o pior entre os municípios paulistas.

Os dados são do Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo, que atualiza diariamente o índice de adesão ao isolamento social no Estado.

Na segunda-feira, durante coletiva à imprensa, Doria apresentou os 20 municípios com os piores índices de isolamento do Estado e avisou: “Todas estas cidades precisam melhorar os seus índices principalmente se desejarem ter algum tipo de flexibilização. Não havendo índice superior a 50%, já por este item, as cidades estarão automaticamente excluídas de qualquer flexibilização porque não desejamos mais vítimas, não desejamos mais pessoas infectadas e obviamente não desejamos mais óbitos no Estado de São Paulo”, afirmou Doria.

No sábado (2), o índice de isolamento em Araçatuba foi de 44%, subindo para os 51% no domingo (3). Na segunda, voltou a cair, chegando aos 40%, bem abaixo do registrado quando a quarentena teve início, em 24 de março, quando o percentual de pessoas em casa era de 48%.

A Prefeitura de Araçatuba informou, em nota à imprensa, que irá endurecer a fiscalização na tentativa de melhorar o índice de isolamento na cidade e conseguir a inclusão do município na chamada zona verde do “Plano São Paulo”, que prevê a retomada gradual da economia a partir de 11 de maio, com base em dados epidemiológicos de cada região e localidade, como número de casos, óbitos, leitos de UTI disponíveis e ainda o índice de isolamento social.

Em um vídeo, o prefeito Dilador Borges (PSDB) fez um apelo à população. “Tenha consciência, araçatubense, só circule pelas ruas se for extremamente necessário, não é hora de reunir amigos na praça nem de passear no centro. É hora de ficar em casa. Por favor, fique em casa”, disse. O município tem 68 casos de Covid-19 e dois óbitos.

BIRIGUI

Em Birigui, o índice de isolamento foi de 51% no sábado (2), chegou aos 57% no domingo (3), mas voltou a cair na segunda (4), com 47% das pessoas em casa.

O prefeito Cristiano Salmeirão (PTB), também fez um apelo: “Peço a ajuda dos moradores de Birigui. Já conseguimos chegar nos 59% de isolamento. Vamos atingir esse índice novamente e conquistar a autorização do governo estadual para flexibilizar o nosso comércio”. Birigui tem 33 pacientes infectados pelo novo coronavírus.

ESTADO

No Estado de São Paulo, o índice nesta segunda-feira foi de 47% de isolamento social. Na capital, o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, já descartou qualquer possibilidade de flexibilização em função do grande número de casos e óbitos por Covid-19.

O Estado de São Paulo 32.187 casos da doença e 2.654 mortes. No Brasil, são 110 mil casos confirmados e 7.485  óbitos.

 

Fonte: Regional Press