Região deve investir mais de R$ 2 milhões no combate ao coronavírus

A região de Araçatuba vai receber mais de R$ 2 milhões do Governo do Estado de São Paulo para ajudar no combate ao coronavírus. Em algumas cidades, serão montadas centrais de atendimento.

 Para Araçatuba a verba destinada é de R$ 1,5 milhão. O recurso está sendo utilizado para aquisição de equipamentos de proteção individual.

O Hospital Municipal da Mulher também está sendo preparado para receber pacientes de baixa complexidade referenciado pela Santa Casa, em casos de covid-19. Com a verba ainda, a cidade está realizando a manutenção de duas ambulâncias, que serão utilizadas no Pronto Socorro Municipal.

Já em Andradina, o recurso recebido é de R$ 256 mil. Segundo a prefeitura, o valor está sendo aplicado para a criação do Centro de Atendimento ao Covid – 19, onde será montada uma central de atendimento, com característica de uma UTI, com pelo menos cinco vagas para estabilizar pacientes que precisem de internação. Já foram alugados respiradores, comprado monitores cardíacos e demais itens necessários, além de equipamento de uso obrigatórios dos profissionais de saúde.

De investimento próprio, o município informou que já investiu mais de R$ 500 mil no combate à doença.

A cidade de Penápolis está preparando um Centro de Referência da Covid 19, que funcionará no prédio do antigo Hospital Luiz Valente. A unidade será implantada através de uma parceria entre a Prefeitura de Penápolis, a AHBB (Associação Hospitalar Beneficente do Brasil) e o Governo do Estado de São Paulo. O local deve ser inaugurado nos próximos dias.

No dia 10, o Governo do Estado, através do vice-governador, Rodrigo Garcia e do secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, confirmou que credenciará os 10 leitos de UTI e outros 20 de enfermaria, será responsável pelo custeio operacional e de recursos humano do Centro da Covid-19.

A cidade de Birigui também recebeu mais de R$ 900 mil.

LEITOS

Segundo o Governo do Estado, a região de Araçatuba conta com 60 leitos de UTI.

A Secretaria de Estado da Saúde realiza monitoramento constante do cenário epidemiológico de COVID-19 em todos os municípios. Se necessário, outros leitos serão disponibilizados, de forma a garantir atendimento a quem precisa.

Fonte: Folha da Região