Paciente que estava em estado grave deixa hospital

Apesar de a luta a contra o coronavírus ainda estar longe do fim, parte da quarta-feira foi marcada pela emoção na Santa Casa de Araçatuba.

Uma paciente com coronavírus, que ficou oito dias internada no isolamento do hospital, recebeu alta ontem de manhã.

Como tem sido comum nos hospitais de todo o País quase a cada vitória contra a doença, a mulher de 57 anos deixou o leito em que estava nos últimos dias sob aplausos da equipe médica e de enfermeiros da Santa Casa.

Ela havia sido internada no último dia 8 com praticamente todos os sintomas da covid-19.

Apesar do diagnóstico suspeito, a equipe médica iniciou rapidamente o tratamento. A confirmação da covid-19 se deu por análise realizada pelo Laboratório São Paulo/Araçatuba.

Mesmo com a gravidade do quadro, a paciente reagiu bem ao tratamento realizado pela equipe médica, com boa evolução nas últimas semanas.

Ao todo, nove pacientes estão internados no hospital, mas sete deles ainda sem diagnóstico confirmado para covid-19. No isolamento, estão um homem de 60 anos (positivado) e outros dois, de 63 e 72 anos, que ainda aguardam o resultado de exames. Há também três mulheres – de 59 e 81 anos, as duas de Araçatuba, e outra de 68, esta de Santo Anastácio. Todas elas aguardam resultados de exames.

Já na UTI Geral Adultos permanece uma mulher de 43 anos, de Ilha Solteira, que, apesar de aguarda confirmação ou não da doença, apresenta quadro clínico grave. Na mesma situação, mas com a doença confirmada, há uma idosa de 83 anos, de Araçatuba. Na UTI Neonatal e Pediátrica, permanece um bebê de 2 meses, de Avanhandava, em estado grave.

UNIMED

Assim como na Santa Casa, no Hospital Unimed, nove pacientes estão internados.

Desse total, quatro estão em leitos de isolamento, sendo um caso positivo para covid-19 e três suspeitos para a doença.

Na UTI do hospital particular, estão cinco pacientes. Dentre eles, três são casos positivos da doença, sendo um em ventilação mecânica. Outro paciente, também em ventilação mecânica, aguarda contraprova do Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. Por fim, um paciente está intubado e em ventilação mecânica, com suspeita de covid-19

Fonte: O Liberal