Cai mais de 60% a procura por atendimento no Pronto-Socorro Municipal

Enfim, o pronto-socorro municipal de Araçatuba, que é destinado ao atendimento de casos de urgência e emergência, está sendo procurado pelos pacientes apenas nessas ocasiões.

Segundo a OSS (Organização Social de Saúde) Santa Casa de Misericórdia de Birigui, que gerencia o pronto-socorro, até o dia 22, em média eram registrados 800 atendimentos diários.

A partir de segunda-feira (23), quando entrou em vigor o decreto municipal restringindo o funcionamento de vários estabelecimentos, em virtude da necessidade de isolamento social para reduzir o contágio pelo coronavírus, a procura reduziu drasticamente.

Ainda de acordo com a entidade, no último final de semana o número caiu para pouco mais de 300 atendimentos diários, ou seja, redução superior a 60%.

Hojemais Araçatuba procurou a OSS Mahatma Gandhi, que gerencia a Atenção Básica, em Araçatuba, para saber houve aumento na demanda nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da cidade na semana passada.

Segundo a assessoria de imprensa da entidade, a procura permanece normal, o que confirma que as pessoas deixaram mesmo de procurar atendimento no PS sem necessidade.

Exposição

Uma das explicações para a redução temporária nos atendimentos pelo pronto-socorro seria de que as pessoas estão evitando exposição ao risco de possível contaminação pelo coronavírus.

Em Araçatuba, a Prefeitura montou na semana passada, uma tenda na frente do pronto-socorro apenas para atender os casos de pacientes com suspeita de coronavírus.

Outro fator que contribui para a redução na procura por atendimento é o fato de que com as pessoas estando mais tempo em casa, ficam menos expostas a riscos de acidentes de trânsito, por exemplo, que gera grande demanda no pronto-socorro.

Além disso, pacientes com problemas de saúde crônicos, como hipertensão arterial, diabete e problemas cardíacos conseguem cuidar melhor da saúde estando mais tempo em casa, segundo especialistas.

Agentes

Em paralelo ao trabalho realizado pelas unidades de Saúde, a secretária municipal de Saúde, Carmem Guariente, explicou que os agentes comunitários de saúde estão percorrendo os bairros, visitando os idosos, que integram o grupo de risco, em caso de contraírem covid-19, que é a doença provocada pelo coronavírus.

Em entrevista ao programa Jornal de Verdade, na rádio Cultura FM na manhã desta terça-feira (31), ela explicou que está sendo feita principalmente a busca pelos idosos que moram sozinhos e não têm outras pessoas para ajudá-los nos afazeres. O objetivo é que oferecer esse apoio.

Zoonoses

Questionada sobre possível fechamento temporário do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), Carmem explicou que os agentes de endemias estão sendo destinados às visitações por zonas.

Isso, de acordo com ela, vai evitar que sejam transportados todos juntos, em um mesmo veículo, prevenindo possível contágio pelo coronavírus.

A medida também proporciona a “fidelidade” dos agentes com as famílias, pois passam a ter um contato frequente.

A ação teve início pelo bairro Umuarama, de acordo com a secretária, e deve ser estendida a outras áreas da cidade.

Fonte: Hojemais Araçatuba